desperta-debora

Quando e Onde Nasceu?

Desperta Débora nasceu no coração de Deus, que tocou o Pastor Jeremias Pereira da Silva por ocasião da Consulta Global sobre Evangelização Mundial – GCOWE em Maio de 1995 em Seul, Coréia.

Um dos pontos altos desse encontro foi a consagração dos primeiros 100.000 jovens da para a obra missionária. Durante a consagração foi feita uma menção de gratidão às mães que oraram para que esse movimento se tornasse realidade. Esse fato fez nascer no coração do pastor Jeremias e do pastor Marcelo Gualberto que também estava na Coréia, o sonho de ver algo semelhante em nosso país.

Assim, esses dois pastores lançaram um desafio para que as mães brasileiras começassem a ora intensamente por um despertamento missionário no Brasil.

A esposa do Pastor Jeremias, Ana Maria Pereira (In Memoriam), foi convidada a unir-se a eles e assim os três iniciaram o movimento de oração, pois não há despertamento missionário sem oração e ninguém ora pelos filhos como as mães oram.

O nome Desperta Débora veio da leitura de Juízes 5: 7-12. Débora foi uma juíza que se levantou como mãe para defender Israel – sua nação. Neste texto ela desafia a si mesma dizendo: “Desperta Débora, desperta, acorda!”

Quem são as Déboras?

São mães intercessoras, biológicas, adotivas ou espirituais, de qualquer denominação, comprometidas a orar diariamente por seus filhos e pela juventude, por no mínimo 15 minutos diários.

Hoje já são mais de 70.000 mães cadastradas em todo o território brasileiro e até no exterior. A Liderança do Desperta Débora é composta por mais de 1.500 coordenadoras locais de Cidades, de Estados, Regionais e Nacional.

Alvos de Oração

A conversão dos filhos

A restauração dos que estão desviados dentro e fora das igrejas. O despertamento missionário de jovens. Um compromisso missionário para o resto de suas vidas, se tornando um “Jovem, geração compromisso”, um missionário na sua escola, em outra cultura, um (a) pastor (a), um fazedor de tendas (aqueles que tiram o sustento do próprio trabalho), e/ou um mantenedor de missões.

Um avivamento das escolas e nas universidades, local onde os jovens passam a maior parte do dia, e onde há grande influência de vícios, materialismo e mensagens anticristãs em geral.